Arquivo da tag: jararaca

Lula e o último pedido da jararaca

lula jararaca_cede silva

NAS ELEIÇÕES DE 2012, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), tentou a reeleição. Disputou contra Patrus Ananias (PT), que teve 40% dos votos no 1º turno.

Nas eleições deste ano, o candidato do PT em BH é Reginaldo Lopes. Ele tem 3% das intenções de voto segundo a pesquisa do Ibope divulgada nesta quarta. A se confirmarem os números, o eleitorado do PT na cidade terá caído em mais de 90%.

A também mineira Uberlândia tem um prefeito petista: Gilmar Machado, que tenta a reeleição. Ele tem 6% das intenções de voto, contra 75% do rival Odelmo Leão (PP). Gilmar é rejeitado por 67% dos eleitores.

Cenário semelhante ocorre na cidade mais importante do Brasil. O atual prefeito, o petista Fernando Haddad, não consegue sair do quarto lugar nas pesquisas. É o líder em rejeição, com 48% dos eleitores dizendo que não votariam nele.

Implicante já noticiou a derrocada eleitoral do PT em várias frentes. Dois exemplos: um quinto dos prefeitos do PT sai do partido em SP e Pesquisa mostra o PT perdendo mais de 90% de suas prefeituras em 2016. Também já mostrou que os candidatos que permaneceram no PT estão se pintando de outras cores para não passarem por petistas.

Assim, soa muito estranho que o comandante máximo do PT (e de outras coisas), o faraó Lula, tenha feito nesta quinta (15) um pedido sobre ‘dress code’:

“Cada petista do país tem que começar a andar de camisa vermelha. Quem não gostar, coloque de outra cor, esse partido tem que ter orgulho”.

Trata-se de um apelo desesperado da jararaca, que, se dessa vez não foi atingida na cabeça, tomou do MPF outra bordoada no rabo. Já os políticos petistas desobedeceram ao comandante com antecedência.

Um outro ex-presidente fez um famoso pedido de vestimenta para a população. Em agosto de 1992, Fernando Collor pediu ao povo que fosse às ruas vestido com as cores da bandeira. Multidões foram às ruas — de preto. Collor achava que o povo estava ao lado dele. Deu no que deu.

Lula também acredita que o povo está ao seu lado. Mas não fez seu pronunciamento de ontem na Avenida Paulista, numa praça ou em uma rua. Falou diante das câmeras, cercado de asseclas, em uma sala do Hotel Jaraguá, onde já se hospedou a Rainha Elizabeth II. O faraó-jararaca, refugiado no Jaraguá, assiste a si próprio e a sua obra derreterem.

***

(Nota: este artigo foi publicado originalmente em minha coluna semanal no Implicante).

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Colunas

Cassandra, a jararaca petista

BOTHROPS Jararaca é uma espécie de viperídeo encontrada no Brasil, no Paraguai e na Argentina. É responsável pela maior parte dos ataques ofídicos no Brasil.

O veneno da jararaca pode ser fatal. A mordida pode levar a pressão sanguínea a zero. Também pode causar graves estragos no corpo das vítimas — inflamações severas, edemas, hemorragias, e até necrose. Muitas vítimas da jararaca sofrem amputação.

A jararaca, obviamente, provoca mais acidentes na zona rural. Mas nos últimos anos tem chegado cada vez mais aos centros urbanos. Informa o site Ciência Hoje:

“[c]om a redução da área dos ecossistemas naturais que abrigam as cobras, elas acabam buscando outros lugares para viver e vão parar nas cidades — onde a abundância de ratos, por exemplo, é um prato cheio para garantir sua sobrevivência”.

Na sexta-feira (4) o faraó Lula se comparou a uma jararaca. Disse ele:

“Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça, bateram no rabo, porque a jararaca tá viva como sempre esteve.”

Trata-se do líder máximo do PT e o verdadeiro chefe de governo no Brasil. Não sou quem está dizendo, mas a presidente Dilma. Foi ela quem foi visitá-lo em São Bernardo, e não o contrário. Dilma levou apenas um dia para visitar Lula, mas sete dias para visitar Mariana, devastada pela lama da Samarco — e na antiga capital mineira ela nem sequer pisou, apenas sobrevoou de helicóptero.

O líder máximo do PT se comparou a uma jararaca — um animal rastejante, peçonhento, responsável pela maior parte dos ataques ofídicos no Brasil, cujo veneno pode levar uma pessoa a ter membros amputados, e que se farta principalmente em ambientes cheios de ratos.

***

Até esta fala de Lula, a jararaca mais famosa do Brasil era Cassandra, do seriado Sai de Baixo. Cassandra é a mãe de Magda e sogra de Caco Antibes, que a chamava de ‘cascacu’ (cascavel+surucucu), ‘cabeção’ ou ‘jararaca’.

Cassandra era uma socialite decadente, e, como boa parte dos habitantes daquele enorme apartamento no Arouche, vivia buscando formas de ganhar muito dinheiro sem fazer esforço.

***

Já a Cassandra mais famosa é da mitologia grega. Trata-se de uma profetisa com uma maldição: ela prevê o futuro corretamente, mas ninguém acredita nela. É interessante saber como Cassandra adquiriu seus poderes. Em uma das versões do mito, a pequena Cassandra adormeceu no Templo de Apolo. Foram as serpentes que passaram a língua em seus ouvidos, permitindo que ela escutasse os deuses.

***

Vamos voltar à fala de Lula: “Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça, bateram no rabo, porque a jararaca tá viva como sempre esteve.” Lula, bem como sua filha e sua neta que gostam de se fotografar exibindo o dedo do meio, parece ter alguma obsessão com rabos. Foi flagrado em vídeo pela deputada federal Jandira Feghali falando ao celular (que — sabemos graças ao Instituto Lula — não é dele). No vídeo, Lula fala com Dilma: “eles que enfiem no ** todo esse processo”. Poucos segundos depois, Jandira diz que Lula está “muito tranquilo”. Houve quem chamasse o vídeo de “tiro pela culatra”.

***

Primo em 1º grau do PT, o PSDB nasceu com um mascote: o tucano. Aos petistas sempre faltou algo parecido, e os cartunistas do Brasil se viraram colocando a ave para brigar com uma estrela vermelha. Pois essa assimetria acabou. Como dizem os acadêmicos, Lula “foi muito feliz” em sua escolha da jararaca, que deve ser imediatamente batizada de Cassandra. A jararaca Cassandra reúne as principais características do petismo. É um animal rastejante, peçonhento, presente em todo o Brasil, cuja mordida pode amputar as vítimas, que se farta em ambientes infestados por ratos, que habita apartamentos de luxo, passa a vida querendo ganhar dinheiro sem esforço, é absolutamente obcecada pelo próprio rabo, e em cujas profecias — exceto pelas serpentes que vivem lambendo seus ouvidos — ninguém acredita.

Deixe um comentário

Arquivado em Exclusivas